5 de novembro de 2013

Nikon Df chega para agregar valor

   Em meio a esse verdadeiro turbilhão de novidades no mundo fotográfico em que até eu fico totalmente perdido para dividir em categorias tanta câmera nova, eis que a Nikon agrega valor ao seu já bastante valioso (e agora também numeroso) portfólio de câmeras reflex full frame com a surpreendente Nikon Df, que seria uma espécie de Veuve Clicquot da gigante japonesa. Tenho pena da concorrência que não anda de Ferrari, como diria o cara lá do camarote.
Belíssimo design retrô desta verdadeira Ferrari fotográfica
   A Nikon Df é equipada com sensor CMOS de 16.2MP (Full frame com 16.6 megapixels de resolução total) e pentaprisma no nível dos olhos; 39 pontos de autofoco (sendo 9 pontos cruzados); tempo de exposição varia entre 1/4000 e 4 segundos incluindo modo bulb e velocidade de sincronia com flash 1/200; sensibilidade ISO 50-204800; modo contínuo de até 5.5fps; não faz vídeos e não possui flash; seu LCD mede 3.2 polegadas com alta resolução; e é alimentada por bateria com capacidade para 1400 fotos. Estará disponível nas cores preta e prata, e totalmente preta no final de novembro ao custo de 2750 dólares o corpo, ou 3 mil dólares o kit com uma edição especial da AF-S 50mm f/1.8. E esta lente, que combina a óptica atual com um design retrô, será vendida separadamente ao custo de 280 dólares.
Pela disposição dos controles nota-se que é uma câmera para usuários avançados
   Antes que pensem que o blogueiro enlouqueceu, esta câmera realmente não faz vídeos, provavelmente daí vem o slogan "Pure Photography". Como bem lembrou o Gadgets Info, não faz e é muito provável que nunca fará vídeos nem com alguma atualização de firmware ou hack tipo Magic Lantern pois esta câmera sequer possui entrada para microfone. Para completar o estilo retrô (o design é semlhante ao da antiga Nikon F3), a Nikon Df estará apta para funcionar perfeitamente até com as objetivas mais antigas incluindo as lentes AI e non-AI, graças a uma alavanca que move a baioneta.
Objetiva redesenhada que fará parte do kit da Nikon Df
   Mas a Nikon Df também estará aberta a algumas modernidades como wi-fi (com o adaptador sem fio WU1a) e GPS (com as unidades GP-1 e GP-1A), todos adquiridos separadamente; e um outro acessório é o cabo rosqueado AR-3 para disparo remoto. Reparem também em todos os ontroles à moda antiga, com dials independentes para ISO, modos, tempo e compensação de exposição e, devido a isso, usuários menos entendidos do assunto terão dificuldades com esta câmera que não permite uso no automático.
O painel traseiro segue o padrão das reflex Nikon atuais
   Opinião do blogueiro: A Nikon Df, que combina o sensor da D4 e o sistema de foco da D600, tem tudo para ser considerado um dos melhores lançamentos deste ano. É uma câmera que certamente irá agradar a todos por toda a sua funcionalidade, além do belo design retrô. Realmente é uma câmera cara, não é para qualquer um, mas os felizardos que adquirirem uma poderão unir o que existe de melhor no mundo atual da fotografia digital com o que havia de melhor no mundo da fotografia de filme. Palmas para esta câmera que está super recomendada na data de hoje!

21 comentários:

  1. Belíssima! Por si só já é uma obra digna de exposição!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Digna de fazer muito canonzeiro virar nikonzeiro.

      Excluir
  2. melhor ainda p quem tem as 2 marks.... e a nikon mecanik tá encostada a espera d 1 oportunidade d resurgir...

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, não sei para que veio.
    Não entendi bulhufas.
    Uma full frame que não trás nenhuma novidade. Preço alto parecido com a Canon 6D, sem capacidade de filmar e velocidade somente de 4s.
    Era para ser uma reflex full frame de baixo custo?!

    Uma mirrorless full frame de baixo custo com este mesmo estilo retrô seria um lançamento melhor. Ainda fico com a Canon 6D....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voce nao entende de refinamento.

      Excluir
    2. Desculpe, não sou nikonzeiro. Eu entendo do meu gosto. E para ele, a GX7 e a OM-D EM-1 são bem refinadas ;)

      Excluir
    3. Essa GX7 é quase tudo o que eu queria...

      Excluir
    4. Pois É Rodrigo, ela está matadora.
      Não que esse lançamento da Nikon não seja bom, mas já temos ótimas FF da Nikon e a única coisa que esse lançamento traz de novidade é um estilo retrô. Parece que a Nikon quer surfar na onda do estilo retrô, agora que viu o Sucesso da Fuji, Panasonic e Olympus com o revival do estilo, ai solta um modelo meia boca para ver se tem sucesso em vendas....

      Excluir
    5. É fato que a Nikon agora está saturada de câmeras FF, esta parece ser uma daquelas câmeras-fetiche, para poucos e apesar de ser uma excepcional câmera, não é top.

      Excluir
    6. Comparar essa câmera com a 6D até que vai, mas com a GX7 e OM-D EM-1 me desculpe, mas são coisas completamente diferentes (FF vs m4/3). Não precisa ser nikonzeiro. E, no fim, vale lembrar também que existe todo um mercado para câmeras além das nossas necessidades individuais. Para mim, 4 itens que a Nikon fez certamente para não canibalizar a sua linha de DSLRs FX e que me desapontaram:
      - Sistema de foco Multicam4800 em vez do Multicam3500;
      - Falta de um suporte mais robusto ao foco manual;
      - Apenas 1 slot SD;
      - Vida de teste do obturador de 150 mil cliques em vez de 200 mil cliques.

      O visual retrô está na moda, mas, mais que tudo, uma câmera dessas seria muito mais discreta do que uma D800 para quem não precisa dos seus 36 Mpix e video, além de dar um alento a todos os usuários da Nikon com a manutenção do F-mount - reforçando a compatibilidade com todas as lentes fabricadas pela Nikon desde 1959 - e não ser pequena demais a ponto de prejudicar o uso de teles claras. Hoje eu não compraria pelos itens citados acima, senão já estaria pensando em vender minha câmera e lentes para pegar um kit desses aí :)

      Excluir
    7. Peraí gente, vocês estão confundindo, prestem atenção ao que está escrito...

      Ele só quis comparar o design, não os recursos da câmera. E aí é gosto pessoal mesmo, não tem discussão. Acho que ninguém discute que uma Nikon full frame é superior a uma câmera com sensor 4/3.

      Ultimamente as pessoas estão tão ávidas em defender a Nikon que nem prestam muita atenção ao que está escrito.

      Excluir
    8. A intenção não era causar polêmica, mas não sei se a avidez é em defender a Nikon, até porque eu citei vários pontos negativos no meu comentário. Desculpe se peguei o bonde andando, mas neste comentário, Rodrigo, você foi o primeiro a falar claramente em design.

      Excluir
    9. Tá certo, Carlos. A verdade é que essa câmera é polêmica e os debates ocorrem assim mesmo, e esse ano tá cheio de câmera polêmica...

      Excluir
    10. Polêmica mesmo.
      Como disse, por enquanto, não mostra a que veio. Diferente das outras retrôs que trouxeram melhoras no hardware...

      Excluir
  4. A Nikon fechando o ano com chave de ouro ou será que ainda vem mais novidade até o final de dezembro?

    Uma câmera linda de viver.
    De encher os olhos, rsrsrs.
    Pelo preço diria que é item de colecionador. Um capricho de quem é louco por equipamento fotográfico.

    O que mais vem por aí, hein?
    Até bem pouco tempo câmera reflex, pelo seu alto preço, era para poucos. Hoje, boa parte das pessoas que se encantam pela fotografia não pensam duas vezes antes de comprar uma dslr de entrada ou intermediária.

    Tenho sido testemunha de muita gente comprando Canon 60D e Nikon D7100 como primeira reflex.

    Aí, quando as coisas parecem está ao acesso de grande parte das pessoas, aparecem esse pequenos tesouros para deixar muita gente só na vontade.

    Ainda bem que uma boa fotografia depende de quem opera o equipamento, seja ele qual for... pena que muita gente não lembre desse "pequeno grande" detalhe. :P

    ResponderExcluir
  5. MARAVILHOOOOOOOOOOOOOOOOSA!!
    Bem, a questão dos vídeos pra mim não faz diferença, pois minha prioridade sempre foi fotografia mesmo. Eu não compraria pura e simplesmente por não ter uso pra ela... e óbvio, por eu não ter essa grana disponível, rsrs. Mesmo se tivesse, a câmera ficaria subutilizada. Mas que é LINDA, isso é.
    Só que ainda acho que a câmera digital mais linda já lançada, é a Fuji X100. Vai ser difícil alguma outra superá-la...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helena, concordo contigo em relação à Fuji X100! Se eu tivesse grana sobrando, migraria para uma DSLR FX e pegaria uma X100 ou X100s como segunda câmera.

      Excluir
  6. Rodrigo, voce conhece essa loja ou alguem que já comprou nela? http://www.easy.com.br/ Será que é de confiança?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço e, segundo a política de isenção do blog, não comento sobre lojas.

      Excluir
  7. não sei porque essa mania de retrô para tudo agora...
    até acredito q possa ter boas vendas, masss analisando a fundo pelo mesmo valor se consegue máquinas mais completas...

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails