22 de agosto de 2011

Os mitos "Made in Japan" e "Made in China"

   Mais algumas perguntas que me fazem quase todos os dias: Será que produto X é ruim porque é Made in China? Não consigo encontrar câmeras Made in Japan, posso comprar de outro país? Ou algum vendedor querendo assegurar a qualidade do seu produto, afirma: Minha câmera é Made in Japan, não Made in China. Afinal, será que a origem do produto tem tanta importância assim?
Foto feita com um celular da pior qualidade para mostrar meu arsenal

   Primeiro, precisamos entender o porque de tantas mercadorias eletrônicas atualmente serem oriundas da China e de outros países do Sudeste Asiático e Extremo Oriente e alguns deles (Taiwan, Cingapura, Hong Kong e Coréia do Sul) são chamados de Tigres Asiáticos e há uma breve explicação aqui. Como as grandes fabricantes de câmeras são japonesas (Canon, Nikon, Olympus, Pentax) e encontraram na mão de obra barata e isenção de impostos uma forma de baratear os altos custos da produção em larga escala de equipamentos fotográficos de alta tecnologia, resolveram levar suas linhas de produção para estes países.
 Parassol da Canon SX1 Made in Japan

   Isso não quer dizer que o produto é de baixa qualidade, é preciso entender que a realidade econômica destes países é diferente e que os trabalhadores de lá fazem seu trabalho com afinco mesmo recebendo menos pois, é pouco ou nada. E, uma pergunta para refletir: Será que empresas tão conceituadas e com décadas de tradição e um nome a zelar iriam se arriscar a produzir produtos de qualidade aquém do que podem e jogar toda essa história fora em nome do baixo preço? O controle de qualidade é japonês, como sempre. Só como curiosidade: Canon fundada em 1937, Nikon fundada em 1917, Olympus fundada em 1921 e Pentax fundada em 1919. Será que quase 100 anos seriam jogados no lixo?
Selo de identificação da minha única câmera que deu defeito até hoje

   Todos podem discordar e o tema está aberto ao debate mas, na prática, pude comprovar que os mitos de que produto japonês é acima do bem e do mal e chinês é porcaria foram por água abaixo. Tive 5 câmeras digitais Canon: 2 japonesas (uma SX1 e uma A700), 1 de Taiwan (minha reflex e principal câmera, T1i), 1 da Malásia (A590) e 1 da China (minha primeira, a A430). Adivinhem qual foi a única que deu defeito nesses anos todos? A SX1, que foi fabricada no Japão. Curioso, não?

14 comentários:

  1. Não pude entrar ontem,bstante ocupado, mas arrumei um tempinho pra entrar no Blog. Também acho que seja preconceito ainda com produtos "Made in China", ou xing- ling rs, mas as vezes nem reparamos que pelo menos 40% ou até metade dos produtos que compramos vem de lá.

    E Parabéns pelas 400 mil visitas!!!!!!!!!!!!!!!

    Sempre Lendo Posts No Foto Fácil!!!

    ResponderExcluir
  2. Se pararmos para analisar, tudo que temos que é Made In.. China, Taiwan... ficamos doido. O X da questão é exatamente isto que você falou Rodrigo.. "mão de obra barata". Consequentemente redução de custos para as empresas e aumento do lucro.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. tanto o iPOd quanto o mp15 xingling são feitos na China. dá pra perceber com isso que o país não é o que vai determinar o controle de qualidade do produto.

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha prestado atenção nisso, minha câmera foi feita na Tailandia :D

    ResponderExcluir
  5. Interessante o post! Muito útil. Já ouvi falar que não é o "made in" que vale, e sim, o país em que é feita a compra... que aqui para a Am. do Sul mesmo ("mercado paralelo", viria o que não passa no controle de qualidade deles. SErá que é isso mesmo?

    ResponderExcluir
  6. Se for mesmo, estamos todos f...ortemente prejudicados.

    ResponderExcluir
  7. Bem... Já li algo sobre isso...E parte dessa história parace proceder pelo menos com alguns equipamentos de informática. Na Bolívia, por exemplo, alguns notebooks chegam com um selo que indica que o produto voltou à linha de produção para reparo e troca de peças, só que a maioria dos lojistas retiram este selo e vendem sem dizer nada.
    '
    No que diz respeito aos equipamentos de cine e foto, já vi muita gente reclamando que não ficam mais que dois anos com uma câmera. Uma amiga minha comprou uma sony e em menos de 8 meses deu problema.
    '
    Claro que há os sortudos que compram lá e seus equipamentos duram anos e anos.

    ResponderExcluir
  8. Acho que o maior medo do Made in china é a falsificação. Porque se tem algo em que eles são craques é nisso, não é?

    ResponderExcluir
  9. O problema é um só. Estar escrito Made in China e na realidade ter sido fabrica no Brasil.

    ResponderExcluir
  10. Acho que o preconceito que algumas pessoas ainda têm contra coisas feitas na China é o mesmo contra compras no Paraguai: medo da comprar produto falsificado. Hoje em dia, com a tal globalização, sabemos que não é mais assim e que, como bem escrito no artigo, a mão de obra barata é atrativa para as "grandonas" não só do mercado de câmeras, mas também de celulares e outros eletrônicos. É tomar cuidado com o lugar onde se adquire e parar de torcer o nariz para os chinas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito! Acho que é exatamente isso, o problema está onde se compra os produtos.

      Excluir
  11. Muita coisa vai por sorte e outras pelo uso,mas,fico com os produtos japoneses pela sua tradição com a qualidade de muito tempo.vejo muitos produtos eletronicos da china que acabam logo e possuo produtos japomeses aue duram até hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu depoimento e pela presença no blog.

      Excluir

Related Posts with Thumbnails