12 de agosto de 2011

4 novas câmeras Fuji, entre elas a F600EXR

   Essa semana a Fuji lançou quatro novas câmeras e duas delas (F600 e F605) são de relevância para o mundo fotográfico pois, é concorrente direta das Canon SX, Panasonic ZS e Sony HX. Uma pequena explicação neste parágrafo sobre o sensor CMOS EXR que equipa estas e outras câmeras da Fuji: Com resolução de 16MP, ele promete fazer fotos em 8MP com nível de ruído a 8MP, ou seja, teoricamente seriam as câmeras de mais baixo nível de ruído do mercado, excetuando-se as compactas premium. A conferir isso na prática. Mas, antes, uma breve apresentação das Fuji JX370 e JX420.
Também disponíveis nas cores preta e prata

   Compactas de 14 e 16MP respectivamente em um sensor CCD; possuem 5x de zoom cobrindo distância focal de 28-140mm com abertura 2.6-6.2 e macro de 10cm; possuem estabilização digital; a velocidade dos disparos varia entre 1/1800 e 8 segundos; sensibilidade ISO até 3200; modo contínuo de 1.1fps; fazem panorâmicas clicando e arrastando; o alcance do flash é de 3 metros em ISO auto; faz vídeos HD com taxa de 30fps com zoom disponível em formato AVI e som mono; seu LCD mede 2.7 polegadas; e é alimentada por bateria.
   Opinião do blogueiro: Os pontos fortes são a abertura de 2.6 e a possibilidade de usar zoom nos vídeos, e os pontos fracos são o macro de 10cm e resoluções muito altas. Recomendadas pela presença das panorâmicas.
Também disponíveis nas cores preta, branca e prata

   Agora as Fuji F600EXR e F605EXR e a única diferença entre elas é a presença de GPS na F600, todo o resto é compartilhado pelas duas. Resolução de 16MP; 15x de zoom cobrindo distância focal de 24-360mm com abertura 3.5-5.3 e macro de 5cm; possui estabilização pelo sensor; a velocidade dos disparos varia entre 1/2000 e 8 segundos; sensbilidade ISO até 12800; modo contínuo de 8fps; faz panorâmicas clicando e arrastando; possui controles manuais e de prioridades; o alcance do flash é de 3.2 metros em ISO auto; faz vídeos Full HD com taxa de 30fps com zoom disponível em formato MOV e som estéreo; seu LCD mede 3 polegadas; e são alimentadas por bateria.
 Dial de modos de exposição com controles manuais e de prioridades

   Opinião do blogueiro: No modelo F600, o GPS não se limita a detectar as coordenadas e informá-la nos dados EXIF da foto, há uma bússola com navegador no display; o sensor EXR é outro diferencial já explicado no primeiro parágrafo; a grande angular de 24mm é bem atraente mas ficam faltando abertura e macro como nas suas antecessoras; o modo panorâmico semelhante ao da rival Sony é outro item que está se tornando critério de escolha das câmeras e tem mais peso do que a presença dos controles manuais também presentes. Recomendada, como suas antecessoras, mas ainda não parece o suficiente pra brigar de igual pra igual com Canon e Panasonic.

11 comentários:

  1. Olá, Imagebloke

    A sensação graciosa envolve seus trabalhos artísticos.

    Obrigado pelo calor do seu coração.
    Tenha um bom fim de semana ...

    A oração de toda a paz.
    do Japão, ruma

    ResponderExcluir
  2. pireei, cara! essa abertura, das duas primeiras e o iso das duas últimas, filmagem em HD... nosss
    fera e fera demais...
    só queria entender o q significa "fazer fotos em 8MP com nível de ruído a 8MP"
    hehehehe
    entendi q tem a ver com pouco ruído em alto iso, mas quero o fundo teórico disso, se n for incômodo...

    parabéns pelo texto...
    a empolgação com que você fala pega! heheheh

    abraços!

    ResponderExcluir
  3. Isso a própria Fuji te explica pois prefiro não dizer com minhas palavras já que ainda estou pagando pra ver se na prática isso funciona mesmo ou não. Se for verdade, as Fuji começam a ameaçar seriamente quem reina nesse nível de câmeras, Canon e Panasonic:

    "A singularidade do sensor EXR é sua capacidade de adaptar seus ajustes às necessidades da foto. Com três modos selecionáveis manualmente, é diferente de qualquer outro sensor no mercado e somente disponível em câmeras Fuji film. A Alta Resolução HR é perfeita para situações bem iluminadas e usa todos os 16 milhões de pixels. O modo SN de Alta Sensibilidade e Baixo Ruído foi projetado para uso à noite e em locais escuros, cortando pela metade o número de pixels para criar 8 milhões de superpixels que são extrassensíveis à luz. O modo DR de Faixa Dinâmica é adequado para situações de alto contraste onde você tem presente luz solar intensa e sombras escuras. Funciona ao combinar uma foto com alta exposição e outra com baixa exposição para criar uma imagem de 8 megapixels com detalhes tanto nas áreas claras quanto nas áreas de sombra."

    ResponderExcluir
  4. Como falaram mais encima, você explica de uma forma gostosa as especificações que me deu até vontade de comprar uma, pena que a abertura da câmera Fuji F605EXr seja um pouco desarmoniosa com as belas especificações...

    Um Abraço!!!

    ResponderExcluir
  5. Que bom que estão gostando! Agora todo mundo votando aí no Top Blog, faz favor...

    ResponderExcluir
  6. precisava de uma opinião no meu ultimo post, é importante sf. bom fim de semana, http://catarinaduartevalente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Fala aí Rodrigo !!!! Abração meu véi!!!
    Rodrigo tenho uma pergunta pra vc, que muita gente tem dúvida!!
    É verdade q filmar com câmera de fotografar diminui a vida útil do CCD??
    Ouvidizer q era mito, mas.......

    ResponderExcluir
  8. Mito total, Fernando! Pode filmar à vontade...

    ResponderExcluir
  9. Agora relendo esta postagem fiquei pensando... Será que a tendência para os próximos lançamentos é permanecer na faixa dos 14 e 16 megapixels (com sensores "especiais" para disfarçar a tremenda mancada que foi a guerra dos megapixels) ou irão surgir outras indústrias com a coragem da Panasonic em baixar os megapixels, uma vez que a FZ100 tem 14,1MP e a FZ47, 12MP?

    ResponderExcluir
  10. Putz, que câmeras LINDAS!! LIndas demais!! Vamos Só resta saber se na prática elas valem alguma coisa!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails