15 de setembro de 2014

Enfim termina a espera pela Canon 7D Mark II

   Acho que nunca se esperou tanto por uma câmera da Canon, até porque foram muitos boatos envolvendo esta câmera e a sua antecessora teve uma vida de praticamente 5 anos, o que é muito para uma DSLR com sensor APS-C e isso significa que ela foi muito bem-sucedida. Mas é hora de virar a página pois mesmo a Canon 7D fazendo tanto sucesso, a idade pesa e 5 anos a tornaram obsoleta frente a lançamentos até de subcategorias inferiores.
Tradicional design das reflex Canon, mais simplório (mas não menos eficiente) que o da concorrência
   A Canon 7D Mark II é equipada com sensor CMOS de 20.2MP (APS-C com resolução total de 24.93 megapixels); possui 65 pontos de autofoco (todos cruzados); sensibilidade ISO 100-16000 (expansível até 51200); o tempo de exposição varia entre 1/8000 e 30 segundos incluindo modo bulb e a velocidade de sincronia com flash fica em 1/250; produz arquivos RAW de 14 bits em 3 tamanhos diferentes; o modo contínuo é de até 10fps limitado a 31 arquivos RAW ou 1090 arquivos JPEG usando cartão CF da especificação UDMA 7; o flash possui número-guia 12 em ISO 100; faz vídeos Full HD com taxas que variam entre 24 e 60fps e HD nos formatos MOV e MP4 limitados a 29 minutos e 59 segundos com som estéreo; seu monitor LCD mede 3 polegadas e há um viewfinder com 100% de cobertura da visão; e é alimentada por bateria com capacidade para 670 fotos por carga.
Talvez esta câmera pedisse um monitor LCD móvel, mas a fabricante preferiu focar em desempenho
   Além disso tudo, a Canon 7D Mark II possui corpo em liga de magnésio com selamentos contra poeira e respingos, obturador com vida útil estimada em 200 mil cliques (é vida pra caramba) e GPS integrado. Outra informação importante é que ela possui dois slots de cartão de memória, um para Compact Flash e outro para SD. O preço é salgado (como não deveria deixar de ser): 1800 dólares o corpo, ou 2150 dólares o kit com a objetiva 18-135mm STM.
Robustez é um dos pontos fortes desta empolgante Canon 7D Mark II
   Opinião do blogueiro: No papel é uma maravilha, exuberância demais para uma câmera com sensor APS-C e não me parece que terá dificuldades para ser melhor do que a sua antecessora já foi. A Canon 7D Mark II pegou muitas coisas boas da 5D Mark III, da 1D X e até da 70D (por que não iria aproveitar o revolucionário sistema de foco Dual Pixel CMOS?). É uma câmera rápida, robusta, versátil (os vídeos em MP4 são uma grande sacada) e com todos os ingredientes necessários para se tornar a melhor opção para profissionais que não usam full frame ou querem uma segunda câmera de altíssimo nível. Totalmente recomendada na data de hoje! Até o primeiro problema com a borracha do grip...

Siga o Foto Fácil no facebook: https://www.facebook.com/Fotofacil.rj

10 comentários:

  1. Rodrigo, tem umas coisas estranhas na sua postagem. "...seu LCD MOVEL mede..." MOVEL?
    "...Kit com a objetiva 1-135mm STM..." Eita, 135x de zoom óptico! Agora eu saio da minha SX50! Kkk

    Corrige ai velhinho... no FOTOGRAFIA-DG também tá assim.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mil desculpas pelos erros, o dia ontem foi super corrido. Ainda bem que você me alertou.

      Excluir
  2. Desde 2011 leio seus artigos e opiniões. Você me auxiliou nas escolhas dos equipamentos que comprei até hoje. Quando leio fóruns de blogueiros, as informações mais coerentes sempre encontro por aqui.

    Não é rasgação de seda, é reconhecimento da qualidade de seu blog.

    Rodrigo, estou com a oportunidade de trocar minha SX50 numa T3 (1100D), 'pau-a-pau'. O atual dono não quer investir em lentes e curte superzoom e eu quero upgrade de qualidade.

    Em sua opinião. Vale a troca ou seria melhor vender e negociar alguma T3i? Gosto mais de fotografia que vídeo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela confiança, acima de tudo.

      Eu sou suspeito para falar da T3, tenho uma aqui em casa e em algumas situações ela até supera a T3i em qualidade de imagem. Acho que só vale a T3i se tiver algo nela que te chame muita atenção e não tenha na T3.

      Excluir
  3. Bom dia, Rodrigo. Acho que essa atualização é das mais representativas em termos de equipamentos para fotografia, que é o foco da câmera.
    Vi muita gente reclamando de não ter sensor full frame e de não filmar em 4k. As vezes fico mal impressionado com as pessoas, elas ignoram a categoria da câmera. Foi uma boa atualização de uma excelente câmera, a 7D, não da 1D C...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito, Renam. Minha opinião é igual à sua, acho que o pessoal se ligou muito nos boatos que diziam que a 7D Mark II poderia ser APS-C e levaram isso muito a sério.

      Excluir
    2. Agora o que me surpreendeu foi a G7 X. Você tem alguma expectativa, Rodrigo?

      Excluir
    3. Daqui a pouco coloco minhas impressões sobre ela aqui no blog, já tô fechando a matéria.

      Excluir
  4. Oi, Rodrigo!
    Tudo bem?
    Então, "descobri" seu blog hoje. Estou pesquisando mais sobre a 6D...
    Um amigo falou deste lançamento, e disse que a 7D poderia ser melhor que a 6D...
    Eu tenho na cabeça (que pode ser ignorância por não saber muito sobre o assunto) que uma Full Frame é sempre melhor; mas tenho minhas dúvidas...
    Eu trabalho muito com eventos, e ainda tenho uma Rebel de entrada, mas gostaria de investir numa câmera melhor, que me desse mais qualidade e possibilidades.
    Sei que essa 7D é lançamento muito recente, mas quando puderes, gostaria da tua opinião sobre o que seria melhor pra eu investir.

    Gostei muito dos seus posts, e com certeza vou acompanhar!

    Obrigada,
    Juliana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa decisão é bastante difícil, depende muito das suas necessidades. Eu não sou dos que acham que FF é solução para tudo, até porque as câmeras com sensor APS-C estão evoluindo muito mais do que as FF. Inclusive, se for comparar lado a lado, as especificações da 6D (que é uma câmera de entrada mas com sensor maio) são um pouco mais modestas do que a 7D que é uma top de linha, só não tem o sensor maior.

      Então, você teria que ver se, para as suas atividades seria necessário um sensor maior ou uma câmera mais robusta, rápida e que "aguenta mais o tranco" dos eventos.

      E fora a 7D que foi lançada anteontem, só começa a ser vendida no exterior daqui a um mês e meio e só chega ao Brasil em 2015, o que acha da 70D?

      Qualquer dúvida é só retornar.

      Excluir

Related Posts with Thumbnails