17 de setembro de 2012

Canon 6D, mais uma Full Frame de entrada

   Uma resposta quase imediata da Canon à Nikon e sempre virão aqueles comentários comparativos de qual é a melhor. E a mesma resposta chata continuará sendo dada, de que ambas tem prós e contras e vai da necessidade de cada um escolher a SUA preferida. Não será diferente com a Canon 6D em relação à Nikon D600 e essas comparações virão com muito mais força devido à proximidade de lançamento das duas. Vamos ver o que a Canon nos oferece.
Canon 6D é a menor e mais leve FF do mercado atualmente segundo o fabricante
   A Canon 6D é equipada com sensor de 20.2MP (Full Frame com 20.6MP de resolução total); possui 11 pontos de autofoco; faz foto nas proporções 3:2 e 16:9; sensibilidade ISO 50-102400; fotômetro de +5 a -5; tempo de exposição varia entre 1/4000 e 30 segundos incluindo modo bulb e sincronia com flash de 1/180; modo contínuo de 4.5fps; não possui flash embutido; faz vídeos Full HD com taxa de 30fps em formato MOV e som estéreo; possui monitor LCD de 3 polegadas e viewfinder com 97% de cobertura da visão; é alimentada por bateria com capacidade para cerca de 1090 fotos. Estará disponível em meados de dezembro ao custo de 2.100 dólares o corpo ou 2.900 dólares o kit com objetiva 24-105mm f/4.0.
A empunhadura me parece um pouco mais curta do que deveria
   Assim como na Nikon D600, os vídeos merecem um parágrafo a parte. Ela oferece o modo de compressão ALL-I  com uma compressão reduzida frame a frame que gera um arquivo de maior qualidade para posterior edição mas é necessário estar usando cartões SD UHS-I e vale lembrar que esta câmera só aceita cartões SD, excluindo os Compact Flash.
Algumas conexões disponíveis na Canon 6D
   Outro ponto interessante é o wi-fi embutido e que permite que sejam usados dispositivos com sistemas Android e iOS como controles remotos via aplicativo EOS Remote incluindo as funções dos controles manuais. Também há GPS embutido que grava as informações de georreferência nos dados EXIF. Possui construção em liga de magnésio e policarbonato resistente a umidade e poeira.
Painel traseiro tem mais espaços que poderiam ser aproveitados
   Opinião do blogueiro: O lançamento desta câmera junto ao lançamento da concorrente direta me faz pensar que é o início do fim do sensor APS-C nas câmeras reflex, pode ser que num futuro não muito distante este sensor fique apenas com as mirrorless, mas é apenas um achismo meu. Tudo vai depender do nível de popularização que as FF conseguirão a partir de agora, com preços relativamente mais acessíveis. Esta câmera, especialmente, possui alguns pontos fracos como o viewfinder sem 100% de cobertura e os parcos 11 pontos de autofoco. Mas possui grandes acertos como os vídeos com som estéreo, a monstruosa bateria e o advento de itens como wi-fi e GPS embutidos. Na data de hoje, altamente recomendada.

11 comentários:

  1. Senti falta do LCD articulável que alguns acham que é "perfumaria", que seria mais útil em filmagens, mas utilizo uns 7% nas fotos que faço.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Não sei por que Canon e Nikon não usam o AVI, bem mais fácil de ser trabalhado.

    ResponderExcluir
  4. O formato do vídeo ja deveria ser MP4 ou outro mais atual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O novo processador DIGIC 6 faz vídeos em MP4, em breve ele estará equipando as próximas reflex da Canon.

      Excluir
  5. O unico "senão" da Canon 6D é não ter flash.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que é normal nas full frame, já que são câmeras destinadas a uso profissional com flash externo. E eu adoraria testar esse ISO 102400 dela...

      Excluir
  6. o isso 102400 deixa muito ruido mas a maquina é fantastica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por melhor que seja a câmera, não dá para esperar que um ISO absurdo como 102400 não deixe ruído, até porque em pouquíssimas vezes é necessário usar isso. É apenas para os casos onde é melhor ter uma foto ruim do que não ter foto.

      Excluir

Related Posts with Thumbnails